Gatos reprodutores de raça pura

Os lindos e adoráveis Daphne, Julie, Mary Jane, Lola Bunny, Ulla, Miss Paws, Theodore, Frederick e Rajah são nossas matrizes e padreadores, gatos de raça pura, Maine Coon e Ragdoll, de origem comprovada, cuidados com todo o carinho para estarem sempre sadios e poderem reproduzir de forma saudável.

Nossos Ragdolls e Maine Coon são negativos para Fiv e Felv.

Quatro gatos de raça sobre mobília

FIV - Vírus da Imunodeficiência Felina

O FIV é da mesma família do vírus causador da imunodeficiência humana (AIDS), porém infecta apenas felinos, é transmitido através da saliva ou contato sexual durante a cópula, e as fêmeas podem transmitir o vírus aos filhotes se infectadas antes da gestação.

A doença foi descoberta em 1986 e o vírus infecta primariamente as células de defesa (linfócitos) destruindo-as lenta e gradualmente. O animal passa por cinco fases da doença até chegar à imunodepressão, que é a última fase chamada fase AIDS.

Quanto aos sintomas, não há um específico, ele pode apresentar infecções frequentes, perda de peso, febre de origem desconhecida, anemia ou alguns tipos de tumores.

O diagnóstico é realizado através de exame de sangue para verificar a presença de anticorpos contra o FIV na corrente sanguínea. Uma vez que o exame der positivo, o gato torna-se uma fonte de infecção para outros gatos, e, portanto, será necessário isolá-lo; a castração é uma opção para que ele não saia de casa, além de rigoroso cuidado e visitas constantes ao veterinário para acompanhamento.

FeLV – Vírus da Leucemia Felina

O FeLV ataca e enfraquece o sistema imunológico do gato. É transmitido através da saliva, secreções nasais e lacrimais, urina e fezes de gatos portadores, e as fêmeas podem transmitir aos filhotes através de contaminação transplacentária ou amamentação.

Os gatos com sistema imunológico mais fortalecido podem combater e eliminar o vírus no estágio inicial, já os com sistema imunológico debilitado permanecem contaminados, dando origem a várias infecções, alterações hematológicas e neoplasias.

Alguns sintomas são: perda de apetite, perda de peso, depressão, dificuldade para comer devido à estomatite e gengivite.

A maneira mais eficaz para controlar a leucemia felina é com uma vacina segura, pois ela é inativada, portanto, não causa a doença em hipótese alguma.

Outros cuidados são de suma importância para evitar doenças como uma alimentação adequada ao porte do animal, higienização frequente, profilaxia dentária, manter a vacinação e a vermifugação em dia, além, é claro, de um acompanhamento veterinário.

Conheça nossas fêmeas e machos reprodutores, você vai se apaixonar!

Nossos parceiros

(Usamos e Recomendamos)

Somos afiliados as Confederações

Ligue Grátis

Efetuando Chamada

. . .

Por favor, aguarde. Seu telefone irá tocar.

Avalie nossa empresa no GuiaMais.com